in

Guten Morgen 109: Pós-capitalismo – The big reset



Senso Incomum: sensoincomum.org Facebook: Twitter: Instagram: Seja membro do Brasil Paralelo: GUTEN MORGEN GO – Primeira Guerra Mundial: Seja patrono do site e nos mantenha cafeinados: Patreon: Livraria Senso Incomum: Livro “Inquérito do fim do mundo – O apagar das luzes do Direito Brasileiro “, organized by Cláudia Piovezan: Camisetas e canecas Senso Incomum na Vista Direita: Faça seu currículo na CVpraVC: Curso” Ciência, Ideologia e Política em Eric Voegelin “, de Flavio Morgenowagema e Instituto” , by Flavio Morgenstern, no Instituto Borborema: Trashin para gestão de resíduos da sua empresa: Loja Marbella Infantil de roupas para seus pequenos (also no Instagram): marbellainfantil.com.br ⚓ Guten Morgen, Brasilien! Enquanto as pessoas no rés -do-chão debatem esquerda e direita, com termos imprecisos ou falsificados, tomados de assalto da alta ciência política e escangalhados no baixo reino do jornalismo e das contendas panacas de redes sociais, lá entre na s altíssimas es pessais que mandam no mundo, o capitalismo sofre o que está sendo chamado de the great reset. Antes que as agências de censura travestidas de self-titled “fact-checking” venham chamar isso de “teoria da conspiração” com sua falta de cultura, entamos: a revista Time, uma das revistas but influential do mundo, fez uma edição especial chamada justamente de The Great Reset, advogando por uma reforma do capitalismo depois de 2020, o ano da peste chinesa. E não é uma escolha de editores, or uma teoria qualquer que será ignorada duas semanas depois, or uma mudança de pouca monta, como um imposto or uma lei de inclusão de mulheres em cargo de CEO: pelo contrário, são as pessoas mais ricas e poderosas do mundo, como Klaus Schwab, líder do Fórum Econômico Mundial, os CEOs do Walmart e do Mercado Libre, Tony Blair, a family real britânica, os donos da Sompo Holdings, a chefe do FMI e outras figuras desta jaezando abertamente em mudar o capitalismo depois da peste chinesa. E o alvo, é claro, é cultural and control, sobretudo da internet. Para liberais que ainda acreditam que a luta é entre mercado e Estado (sem nunca perceber que o mesmo agente está dos tas lados desde que o mundo é mundo), o prognóstico é de que o propalado great reset está propondo justamente um controle de deixar os comunistas com inveja da vida pública, mas feito por megacorporações privadas. Também comentamos quem analisou o capitalismo da única forma aceitável para quem quer uma discussão série: de maneira filosófica. Falamos de GK Chesterton et sua teoria do distributismo, que nada tem a ver com teorias “distributivistas” de socialistas e da social-democracia. Afinal, o mundo e os sistemas políticos e econômicos não serão nem um pouco parecidos com o que foram from 2020 – e simplemente ninguém está discutindo isso. Não deixe de ler seu livro Um Esboço de Sanidade – Pequeno Manual do Distributismo, na Livraria do Senso Incomum. Produced by Filipe Trielli and David Mazzuca Neto na Panela Produtora, com produção visual by Gustavo Finger. Guten Morgen, Brazilian!
#Guten #Morgen #Póscapitalismo #big #reset

Fall 2020 Convocation | Ceremony 3 | Human Sciences (1st and 2nd cycle)

The Great Global Reset: Covid-19 | Warren Fernandez | ST editor says